Valor IPVA 2021 DF: Consulta, cálculo e mais informações

Todos os anos os brasileiros sabem que precisarão pagar uma grande quantidade de impostos, sendo alguns deles não tão esperados porém que já estão nas contas anuais embutidas, como é o caso do IPTU, do IPVA, do licenciamento, do DPVAT e de muitos outros não obrigatórios.

O IPVA é um dos mais caros para quem possui carro, sendo muitas vezes alvo de críticas visto que seu intuito é trazer melhorias para a população, o que não costuma acontecer em todos os municípios brasileiros.

Você, morador do Distrito Federal, que sabe que terá que pagar esse imposto no ano que vem e está com dúvidas, que tal começar a se programar? Veja aqui mais sobre como funciona e fique por dentro.

IPVA DF 2021: Como Consultar?

Uma pergunta muito comum por parte de quem precisa realizar o pagamento do imposto é como fazer a consulta, visto que para isso é necessário acessar o site oficial responsável. Veja abaixo um tutorial simples e rápido e fique por dentro.

  1. Acesse o site oficial da Receita Federal do DF, que é: https://receita.fazenda.df.gov.br/;
  2. Agora, role um pouco a página e clique na opção “Emitir IPVA”;
    IPVA DF 2021: Como Consultar?
  3. Na próxima página, preencha com o número de Renavam correspondente ao veículo e selecione o ano de exercício, no caso 2021, selecione a opção “Não sou um robô” e depois clique em “Consultar”.
    IPVA DF 2021: Como Consultar?

Pronto, agora você poderá verificar demais informações sobre seu IPVA, quais são as formas de pagamento disponibilizadas, se existem demais formas de parcelamento e como fica o desconto à vista.

A quantidade de parcelas existentes vai variar de acordo com o valor cobrado no seu carro, por isso, é importante saber quais são as alíquotas estabelecidas em cada categoria.

Alíquotas do IPVA: Como funciona?

Alíquotas do IPVA: Como funciona?

O valor que deve ser pago no IPVA é calculado com base no valor de venda do carro segundo a tabela FIPE e também a alíquota calculada. Veja abaixo em qual categoria seu veículo se encaixa:

  • Automóveis, caminhonetas e utilitários: 3%;
  • Ciclomotores, motonetas, quadriciclos e triciclos: 2%;
  • Veículos de carga com lotação acima de 2 mil kg, caminhões tratores, micro-ônibus, tratores de esteira e demais: 1%.

Veja a conta para entender melhor qual será o preço do seu veículo em questão: se tratando de um carro comum, com valor da tabela FIPE de R$20 mil, é preciso multiplicar esse valor por 3%, que fica no total de 60000, agora, divida por 100. O total será de R$600, sendo esse o valor cobrado para o IPVA do seu carro.

O valor costuma ser dividido em três parcelas ou pago de uma vez só com um desconto inserido, que no caso do Distrito Federal, é de 5%. Então, se fizer o pagamento à vista do seu IPVA, baseando-se no valor de exemplo anterior, o preço pago será de R$570,00. Para muitas pessoas, é um valor pequeno, porém para muitas, vale a pena economizar no ano anterior para conseguir essa redução.

O que acontece se eu não pagar o IPVA?

O que acontece se eu não pagar o IPVA?

Uma dúvida muito comum, principalmente em cenários de crise econômica, há quem cogite essa possibilidade pela falta de dinheiro e até mesmo diante da grande quantidade de impostos que já são cobrados.

Não pagar o IPVA não existe uma multa exata, porém, sem o pagamento do mesmo, não é possível emitir o CRLV, documento obrigatório e necessário para que se possa circular sem demais “enroscos” por entre todas as ruas e rodovias brasileiras, visto que é ele que designa os carros aptos a rodarem sem demais problemas.

Já no caso de quem for pego com o documento atrasado, uma multa no valor de R$293,47 será aplicada, recebendo 7 pontos na CNH, considerada assim uma multa gravíssima.

Há casos também em que o veículo pode ser apreendido até que as demais pendências sejam acertadas, sendo cobrado também o valor de 0,33% de mora por dias de atraso, com o limite estabelecido de 20% do valor total. Depois disso, ela se torna uma dívida ativa do estado, com mais de 40% do valor em mora.

Se você ainda está pensando em não pagar esse imposto, é melhor pensar duas vezes antes de não executar a quitação do mesmo, visto que as ações executadas posteriormente podem ser muito piores do que o esperado.

Para onde vai o dinheiro do IPVA 2021 DF?

O IPVA 2021 DF é o imposto que incide sobre o valor venal de veículos automotores. Ou seja, todos os carros, motos e outros veículos precisam pagar esse imposto anualmente.

O Departamento de Trânsito (Detran) de cada Estado é o responsável pela cobrança e também fiscalização do mesmo. O valor é definido pela Secretaria da Fazenda de cada Estado, que é responsável pela definição da alíquota do imposto.

O dinheiro arrecadado pelo pagamento IPVA 2021 DF diferente do que muitos pensam, não precisa ser obrigatoriamente utilizado no Departamento de Trânsito. Uma vez que metade do valor fica para a cidade em que o veículo está registrado e a outra metade para o Estado. Ele pode ser aplicado onde for necessário, como na educação ou saúde.

Por ser obrigatório, deixar de pagar o IPVA pode ser um grande problema, já que sem quitá-lo, o proprietário do veículo não consegue fazer o licenciamento obrigatório.

E, sem o licenciamento 2021, o veículo não pode trafegar por vias públicas. Caso seja pego nessa situação, o carro será apreendido e o motorista levará uma multa e alguns pontos na carteira de habilitação.

Agora que você já sabe mais sobre como funciona o IPVA no estado do Distrito Federal, é preciso ficar atento às datas de pagamento e demais informações, por isso, fique sempre de olho em nosso site.

Deixe seu comentário